Dependência de Medicamentos, Tão Perigosa Quanto Qualquer Outra

Quando você ouve a expressão dependência química, não é incomum pensar no cigarro, no álcool e nas drogas ilícitas, porém, existe um número crescente de pessoas que desenvolve o vício em remédios, mesmo que esse problema nem sempre chame a nossa atenção.
O viciado não carrega o mesmo peso de quem usa drogas ilícitas, já que se trata de um medicamento e seu uso não exige a infração de nenhuma lei.
O objetivo é manter a sensação de bem-estar que o remédio proporciona pelo maior tempo possível.
Porém o uso frequente faz com que o corpo se torne tolerante, assim, a pessoa precisa tomar doses cada vez maiores.
Um dos principais alertas para a dependência é a presença de sintomas de abstinência como inquietação, insônia, suor, náusea, vômitos, agitação, taquicardia, falta de ar, dores de cabeça e no corpo ou ainda alucinações. Se você conhece alguém com esse tipo de comportamento, entre em contato com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *